Como Operar Pullbacks – As Melhores Estratégias Para Operar Correções em 2021

Avatar
Como Operar Correções

O que é Pullback

PullBack é um termo da análise técnica que se refere ao retorno do preço de um determinado ativo até uma resistência ou suporte, geralmente após um rompimento. É uma pausa na movimentação dos preços durante uma tendência, fazendo uma reversão momentânea até um ponto importante do gráfico.

Isto pode ser devido a vários fatores, incluindo perda momentânea da confiança dos traders, após certas notícias ou lançamentos de dados econômicos.

Nesse artigo, vou analisar o conceito de Pullbacks, como identificá-los e quais são os tipos mais conhecidos.

Como Operar Pullbacks

Um pullback representa simplesmente qualquer movimento de preço contrário à tendência predominante, seja de baixa ou de alta. Na análise técnica, também é chamado de “correção” ou “retração”. É um movimento natural do mercado e gera a possibilidade de operações lucrativas para os traders retardatários que perderam o início da tendência.

Uma das estratégias mais lucrativas que existe é operar as correções do mercado, e isso acontece o tempo todo. 

Operar a favor da tendência é uma técnica simples e recomendada por profissionais. Abrir posições, após uma correção do mercado, aumenta a possibilidade de lucros e diminui os riscos.

Durante uma retração do preço, pode comprar mais barato durante uma tendência de alta, e de vender mais caro durante uma tendência de baixa.

Portanto, o pullback , é uma onda de correção, da onda de impulsão, em uma tendência.

Como operar pullbacks

Como identificar um pullback

O preço de um ativo, seja ele ações, futuros ou até mesmo Forex, nunca segue apenas uma linha reta. Os movimentos de preço em qualquer gráfico podem ser normalmente explicados pelo princípio das ondas, descrito por Elliott.

Os mercados se alternam entre ondas de alta e ondas de baixa (queda). Correções são vistas como uma oportunidade de se posicionar no mercado.

Exemplo: após uma forte tendência de alta, o mercado faz um movimento de correção para baixo. Compradores abrem novas posições de compra ou simplesmente aumentam o lote. O mesmo serve em uma tendência de baixa, após o mercado corrigir para cima, os vendedores abrem posições de venda.

Como operar pullbacks

Estratégias Utilizando Pullbacks – Como Operar Correções

Existem várias formas de operar pullbacks, confira algumas estratégias que você pode implementar no seu trading system;

  • Procure por padrões de reversão após uma correção, sinalizando que o preço retornará para a tendência.
  • Procure por um pivô, tanto de alta como de baixa.
  • Em suportes e resistências.
  • Linhas de tendência.
  • Médias móveis.
  • Retrações de Fibonacci.

As correções de um ativo proporcionam excelentes entradas para os traders. Procure operar apenas a favor da tendência e não contra ela.

Do mesmo modo, em uma tendência de baixa, o pullback acontece quando o preço faz um movimento de correção para cima.

Pullback após Rompimento de Suporte e Resistência

As correções após rompimentos acontecem normalmente em pontos de inflexão do mercado, quando rompe o preço de um padrão de consolidação. Figuras como OCO (ombro-cabeça-ombro), cunhas, triângulos ou retângulos são os mais populares padrões de consolidação.

Rompimentos de suportes e resistências geram ótimas entradas. Pullbacks acontecem quando o preço testa o nível que foi rompido.

Após um rompimento de um suporte, esse nível de preço se torna uma resistência. O rompimento de uma resistência, torna esse nível um suporte.

Preparei um artigo que detalha como operar rompimentos.

Estratégia de pullback após rompimento

Pullbacks em Linha de Tendência

A linha de tendência é uma ferramenta essencial durante as correções. Ela requer três pontos de contato para ser validada. Você deve conectar dois pontos aleatórios; entretanto, uma linha de tendência ocorre, somente, quando o preço encontra um terceiro ponto para conectar.

A principal desvantagem da linha de tendência é que muitas vezes leva muito tempo para ser validada. Lembre-se que a linha de tendência pode ser operada apenas no terceiro, quarto ou quinto ponto de contato.

como operar correções em linhas de tendência

Pullback de GAP

Correções para fechar gaps abertos são bem conhecidas pelos traders. Existe uma premissa de que “todo gap será fechado“. Isso não é uma verdade, e ninguém pode dizer quando isso acontecerá.

Esse pullback quando ocorre, geralmente é no intraday e após o fechamento do gap o preço retoma a sua tendência.

fechamento de gap

Pullback nas Médias Móveis

Um movimento de correção muito conhecido na análise técnica é o retorno às médias móveis. As médias móveis mais utilizadas são: 20-21 períodos, aritmética ou exponencial, bem como a média de 200 períodos, aritmética ou exponencial.

Cabe ao traders escolher o período e tipo de média móvel que mais lhe convém. Retorno à média durante uma tendência, significa que os preços retornam ao seu equilíbrio, esse assunto é explorado por Daniel Kahneman no livro Rápido e Devagar: Duas Formas de Pensar.

correção até as médias móveis

Pullbacks em Níveis de Fibonacci

A maioria dos traders são fascinados pelas retrações de Fibonacci. Isso porque os níveis de Fibonacci funcionam muito bem como suporte ou resistência. Existe no inconsciente coletivo uma premissa de que os preços respeitam certos níveis Fibonacci, você sabe por quê?

Existe uma relação matemática entre uma onda de tendência e uma onda de correção. A matemática se baseia na “proporção áurea” e nos números de Fibonacci que exibem a proporcionalidade de uma onda de preços em relação a outra. Essa relação é encontrada na forma como percebemos a beleza, como as galáxias se formam e inclusive a oscilação dos preços no mercado financeiro.

Sequência de Fibonacci: 0,1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144, 233, 377, 610, 987, 1597

A proporção áurea é representada por φ (phi), um número irracional, logo, é caracterizado com uma aproximação, logo φ ≈ 1,61803398875. Pegue um número da sequência e divida pelo número anterior e o resultado será cerca de 1.618.

5/3 =1,66

8/5 = 1,62

13/8 = 1,6

Agora pegue um número da sequência e divida pelo número seguinte.

3/5 = 0,6

5/8 = 0,62

8/13 = 0,61

Por isso o nível o,618 é tão importante na ferramenta retração de Fibonacci. Já o nível 1,618 é utilizado na ferramenta expansão de Fibonacci.

E o que isso tem a ver com pullbacks?

Imagine que a onda de impulsão é 5 e a onda de correção é 3. Logo, 5/3 =1,66 – essa é a proporção da onda de impulsão pela onda de correção.

Do mesmo modo, 8/13 = 0,61 – essa é a proporção da onda de correção pela onda de impulsão.

Observe a imagem abaixo e você entenderá.

Como operar retrações de Fibonacci

Os níveis de Fibonacci são derivados de uma série de números que o matemático italiano Leonardo de Pisa- também conhecido como Fibonacci-introduziu ao ocidente durante o século XIII.

Retrações mais comuns

A ferramenta Retração de Fibonacci é desenhada sobre uma onda de tendências e fornece estimativas sobre onde é “provável” que a correção termine, e onde a tendência primária seja retomada. Os níveis mais observados da ferramenta de Fibonacci são 0,236, 0,382, 0,500, 0,618 e 0,786, sendo os mais populares 0,382 e 0,618, embora 0,236 e 0,786 também apareçam com frequência.

  • 50% (Teoria de Dow),  (0,236 e 76.4%) valores somados totalizam 100%.

pullback - fibonacci

Lembre-se, como em qualquer outro estudo estatístico, quanto mais dados forem utilizados, mais forte será a análise. A aplicação da retração de Fibonacci em prazos mais longos pode melhorar a confiabilidade de cada nível de preço.

Pullbacks Escondidos

Leia Também

Perguntas Frequentes

Como identificar um pullback?

Um pullback acontece geralmente após rompimento de suporte e resistência. Em geral, o preço retorna nesses níveis para confirmar o rompimento. A diminuição do volume de negócios é uma indicação que o movimento está perdendo força e um pullback está para acontecer. É recomendado observar padrões de reversão em candlesticks como: Martelo, Shooting Star, Bebê Abandonado, Piercing Line, Engolfo de Alta e de Baixa entre outros.

Quais são os tipos de pullbacks mais comuns?

Os pullbacks ou correções mais comuns são: o retorno às médias móveis, em linhas de tendência, suporte, resistências e níveis de Fibonacci. Essas zonas de preço possibilitam ao trader novas oportunidades de entrar na operação com um risco menor.

Como operar retrações de Fibonacci?

Níveis de Fibonacci se comportam como suportes de preços. Durante um pullback, as retrações mais observadas costumam ser 61,8%, 38,2% e 23,6%. É esperado que o preço finalize o movimento de correção e reverta em direção à tendência. Para operar as retrações de Fibonacci o trader deve observar esses níveis e buscar por padrões gráficos de reversão.

Conclusão:

  • Pullbacks são movimentos importantes do preço e acontecem com todos os ativos.
  • São ondas corretivas de uma tendência.
  • Geram novas oportunidades para entrar na operação com risco menor.
Artigo Anterior
Como operar suportes e resistências

Como Identificar e Operar Suporte e Resistência – Estratégias de Trading

Próximo Artigo
Como operar linhas e canais de tendência

Linhas de Tendências e Canais – Como Identificar as Tendências do Mercado

Artigos Relacionados